Benefícios de um coletivo de trabalho docente para a saúde e a profissão do professor

por Anselmo Lima

impactos positivos coletivo de trabalho docente

Em um coletivo de trabalho, os professores: 1) respondem juntos às prescrições, o que faz com que elas se desenvolvam e se tornem cada vez mais adequadas e realistas em sua função de orientação inicial do trabalho de ensino-aprendizagem a ser realizado na escola; 2) buscam juntos realizar o trabalho previsto nas e pelas prescrições, constantemente adaptando-o às condições reais de sua realização dentro e fora da sala de aula; 3) dificilmente perdem de vista ou não levam em consideração destinatários relevantes de sua atividade, especialmente seus próprios colegas de trabalho e seus alunos; e, por fim, 4) dispõem coletivamente de um repertório de formas relativamente estáveis de ação, o que os poupa de ter de reinventar o trabalho individualmente, partindo do zero, a cada vez que forem realizá-lo.

Desse modo, é a saudável filosofia do “um por todos e todos por um” que é valorizada, mantida e cultivada. Por meio dela, as discussões que ocorrem entre os docentes, no seio do coletivo, consistem efetivamente em um produtivo debate que, de fato, tem foco ao mesmo tempo na realização do trabalho de ensino-aprendizagem e na promoção da melhoria contínua de sua qualidade. Em um contexto de trabalho docente coletivo como esse, a experiência profissional se desenvolve e é compartilhada pelos antigos com os mais novos e isso só pode resultar em um coletivo de trabalho que se consolida cada vez mais e beneficia tanto a vida e a saúde dos professores quanto a profissão, no que diz respeito a suas indissolúveis dimensões impessoal, pessoal, interpessoal e transpessoal.

No próximo post, falarei sobre como se dá a constituição gradativa de um coletivo de trabalho docente nas escolas. Surpreendentemente, tudo pode começar… com as coleções de indivíduos, mas não pode permanecer nelas.

Professor, você atua em um verdadeiro coletivo de trabalho? Caso sua resposta seja “sim”, saiba que você é um privilegiado! Verdadeiros coletivos de trabalho docente são raríssimos e, por isso mesmo, difíceis de encontrar. Passariam a existir gradativamente, em maior quantidade e qualidade, em função de uma maior compreensão do trabalho docente pelas instituições e por nós mesmos, os próprios professores! Claro que, para isso, nossas condições de trabalho precisariam também melhorar muito…