Filmar aulas para proporcionar ao professor oportunidades de transformar sua prática

por Anselmo Lima

formação continuada saúde professor filmagem clínica da atividade

Ao enfrentar o trabalho concreto de sala de aula com o coletivo de professores no âmbito de uma Clínica da Atividade Docente, a inovação não é a filmagem de aulas em si e por si, mas o que se faz com ela e por meio dela antes, durante e depois de sua realização. Isto é, a inovação não é filmar o professor para investigar sua prática e condená-lo por ela. Isso infelizmente já se faz, mesmo sem a filmagem, pelos especialistas externos e está mais do que provado que não funciona! A inovação é filmar o professor para lhe proporcionar a oportunidade de transformar sua prática atual por meio da antiga, como especialista que é naquilo que faz. Paulo Freire, afinal, não errou ao escrever em sua “Pedagogia da Autonomia” que é preciso que o professor “siga pensando criticamente a prática de hoje ou de ontem” para “melhorar a próxima prática”.

Assim, no que diz respeito à operacionalização da filmagem, recomendo que a câmera seja posicionada sobre um tripé ao fundo da sala de aula, à direita ou à esquerda, de modo a registrar os alunos de costas (e lateralmente) e gravar o professor de frente, em sua possível movimentação por toda a sala na interação com os alunos. Outros posicionamentos da câmera são evidentemente possíveis, mas o posicionamento que aqui recomendo é o que, em minha experiência, tem se revelado o mais produtivo no sentido de apreender tanto quanto possível a “totalidade” da atividade de ensino-aprendizagem que se faz em sala de aula, ao mesmo tempo em que preserva a identidade dos alunos.

Professor, o que acha dessa proposta de filmagem de aulas? Ela é central no emprego do método clínico da Autoconfrontação Simples e Cruzada. Leia os posts anteriores para saber mais e continue acompanhando o Blog! Os primeiros posts fizeram a introdução ao problema da formação continuada e da saúde do professor nas escolas. Os posts seguintes discutiram uma fundamentação teórica e os posts atuais estão apresentando a Clínica da Atividade Docente como proposta prática de resolução do problema. No futuro, os posts apresentarão e discutirão um exemplo bem-sucedido de implementação dessa proposta em uma instituição pública de ensino.