Analisar e problematizar trechos de aulas em sessões de Autoconfrontação Simples e Cruzada

por Anselmo Lima

Clínica da Atividade Docente Formação Continuada Saúde Professor

Depois de realizar a filmagem de aulas de uma dupla de professores, o oitavo passo na implementação de uma Clínica da Atividade Docente nas escolas é analisar e problematizar trechos das aulas filmadas em sessões de Autoconfrontação Simples e Cruzada. É importante ressaltar que os protagonistas dessa análise e problematização devem ser os próprios professores, como os únicos especialistas legítimos naquilo que fazem, e não os Coordenadores Pedagógicos, que – como Clínicos-Formadores ou Formadores-Clínicos – têm a incumbência de auxiliar os professores nesse exercício de protagonismo.

É por esse motivo que, após a filmagem, cada professor da dupla recebe uma cópia da gravação audiovisual de suas aulas para que possa ele mesmo observá-la em local e momento de sua preferência, com o objetivo de identificar e indicar aos Coordenadores Pedagógicos um trecho de dois a cinco minutos das aulas filmadas. É importante incentivar os professores a selecionar trechos de aula nos quais tenham enfrentado algum tipo de dificuldade que gostariam de discutir com seus pares. Isso é importante para que recebam apoio coletivo no enfrentamento e na superação de certos obstáculos e dificuldades que se manifestam na interação do professor com os alunos. Eventualmente, embora não seja o ideal, os próprios Coordenadores Pedagógicos podem sugerir trechos de aula aos professores, se estes assim desejarem e/ou preferirem.

Tendo à disposição os trechos escolhidos, os Coordenadores Pedagógicos, então, agendam com os docentes as sessões de Autoconfrontação Simples e Cruzada e as conduzem conforme instruções que apresentei em um post anterior sobre o uso desse método. Para trechos de aula com duração média de dois minutos e meio, é comum que cada sessão dure de trinta a sessenta minutos, podendo todas as quatro sessões (duas de Autoconfrontação Simples e duas de Autoconfrontação Cruzada) durar até quatro horas.

Leia os posts anteriores para saber mais e continue acompanhando o Blog. Os primeiros posts fizeram a introdução ao problema da formação continuada e da saúde do professor nas escolas. Os posts seguintes discutiram uma fundamentação teórica e os posts atuais estão apresentando a Clínica da Atividade Docente como proposta prática de resolução do problema. No futuro, os posts apresentarão e discutirão um exemplo bem-sucedido de implementação dessa proposta em uma instituição pública de ensino.